LINGUIÇA x SALAME.

Culturalmente, na região oeste confundem-se um pouco estas definições, mas a indústria segue o regulamento técnico definido pela Instrução Normativa 04 de 2000, do Ministério da Agricultura. 
Basicamente, linguiça tem teor de umidade maior, sendo permitido no máximo 55% e o salame 40%. 
Se a linguiça continuar a curar (perdendo umidade), vira salame. 

Últimas Notícias

Mofo no salame
Será que o mofo no salame é bom ou...
DICAS DE CONSERVAÇÃO PARA EMBUTIDOS
Saiba como conservar nossos produtos...
MACARRÃO COM LINGUIÇA DEFUMADA
Macarronada com Linguiça de Carne Suína...
FORTAIA
Aprenda a fazer o omelete dos...
TÁBUA DE FRIOS
Essa é uma boa pedida para um aperitivo cheio de sabor e que não vai te dar muito trabalho na...